Os paralelos entre arquitetura e moda

Atualizado: 11 de Dez de 2019

Descubra as inspirações mútuas entre esses dois campos de criatividade


Projeto Morpheus, na China, desenvolvido por Zaha Hadid Architects. (Foto: Virgile Bertrand).

Tudo que é fruto de uma mente criativa tende a possuir fronteiras em comum. Essas fronteiras muitas vezes são incertas ou mutáveis, e assim o que amplamente podemos classificar dentro do âmbito de design, ou seja projetar/criar, pode abranger diversas práticas. A arte como inspiração primária se espalha e permeia o design em si, a comunicação, a produção audiovisual, até mesmo a tecnologia, e claro, a arquitetura e a moda.


Um se refere aos locais que habitamos e o outro aquilo que vestimos, ou seja, são diretamente expressão do que somos, do que gostamos, de que época nos encontramos e do nosso estilo de vida em geral.


KAPSARC, desenvolvido por Zaha Hadid Architects. (Foto: @HuftonAndCrow).

“Moda é arquitetura. É só uma questão de proporção” – Coco Chanel.

Em virtude disso, muitos dos grandes nomes da moda, como Tom Ford e Gianni Versace, antes de serem reconhecidos como ícones do mundo fashion eram estudantes de arquitetura e design industrial. Ou, como no caso de Coco Chanel e Yves Saint Laurent, que se inspiraram diretamente em grandes nomes da arquitetura e suas obras, como Bauhaus.


Profissionais como esses, que migram ou se inspiram entre as duas áreas, são muito comuns e demonstram como esse relacionamento duradouro já colheu muitos frutos. Algo que só cresce com a nova geração, na qual os jovens não mais se confinam a um meio de atuação. As barreiras estão sendo problematizadas e desconstruídas, os processos estão cada vez mais fluidos, transdisciplinares e co-participativos.


Teatro American Oak, em Baku, desenvolvido por Zaha Hadid Arquitects (Foto: Helene Binet).

Em questão de estética, ambos campos são orientados e impactados pelos gostos pessoais e diferentes períodos sócio-históricos. Quando se trata dos processos de produção e criação, o sistema arquitetônico - que conecta formas e materiais em uma variedade na qual a sequência é essencial - e a concepção de roupas - que cria padrões e técnicas de costura - compartilham um padrão similar, que ao se aprimorarem geralmente influenciam um no outro.


Portanto, podemos destacar a linguagem como cerne desta relação. Uma linguagem cuja fonte se encontra nas cores, texturas e formatos, sempre em inovação e experimentação, constantemente mudando e buscando estar um passo à frente, mas sem abandonar o passado, tendo-o sempre como uma inspiração.


À vista disso, os avanços de ambas servem como parâmetro para que sigam se renovando. Como é possível ver nos aperfeiçoamentos da moda na manipulação de tecidos - como lasers digitais de corte ou o uso de impressoras 3D - que podem se traduzir diretamente nas técnicas de arquitetura utilizadas nas superfícies estruturais do prédio; e nas tendências sustentáveis, que transformam a origem das matérias-primas e a consciência de produção, o que leva aos movimentos de arquitetura sustentável e slow fashion (produção de peças de roupa de forma artesanal ou em menor proporção).


Chanel's Mobile Art Pavilion, desenvolvido por Zaha Hadid Architects. (Foto: Roland Halbe).

Um grande exemplo da colaboração entre os dois campos é a arquiteta Zaha Hadid, que já confessou à revista Vogue que tinha interesse no mundo da moda desde sua infância. Sua carreira mutável e marcada pela relação destes dois setores a tornou uma figura muito bem conhecida no ambiente fashion, assim como, uma lenda no campo da arquitetura.


Os principais resultados disso são seu papel de importância na criação do pavilhão de exposições artísticas da Chanel e quando se arriscou com o design de peças, colaborando com marcas como Bulgari, entre outras. Suas criações tem como marca os aspectos estruturais, abrangendo desde jóias, a sapatos e bolsas.


Releitura da clássica bolsa Bucket da Louis Vuitton, desenvolvida por Zaha Hadid.

Para ler mais sobre a história da união entre arquitetura e moda, acesse a matéria "Moda e arquitetura; uma relação de troca de referência".


E aproveite para conhecer um espaço inspirado nesta união. Venha visitar o "Refúgio de Mary Quant" na Mostra Elite Design, até o dia 25/11, em Porto Alegre.

0 visualização

Copyright 2017 Móveis Perfect. Todos os direitos reservados

Site desenvolvido por Big Dream Agência 360°